O Abraço Cultural oferece cursos de idiomas e cultura com professores refugiados, que ensinam árabe, espanhol, francês e inglês. A ideia nasceu em São Paulo, na Copa dos Refugiados de 2014, no mesmo período da Copa do Mundo no Brasil. Muitos dos refugiados que chegam ao Brasil, apesar de bem qualificados, têm dificuldade para inserir-se no mercado de trabalho e para integrar-se social e culturalmente. O projeto foi desenhado pela plataforma social Atados – Juntando Gente Boa e a associação Adus – Instituto de Reintegração do Refugiado Brasil. A expansão para o Rio de Janeiro deu-se em 2015 graças à parceria entre a Cáritas RJ e a Casa de Cultura Habonim Dror.

As primeiras turmas têm sido um enorme sucesso!

A iniciativa promove a troca de experiências, a geração de renda, e a valorização pessoal e cultural dos refugiados. Ao mesmo tempo, possibilita aos alunos a vivência de aspectos culturais e festivos de outros países ao serem conduzidos por uma jornada de cultura-experiência. Além das aulas formais, o aprendizado se dá por meio do compartilhamento das histórias e dos elementos culturais dos países de origem dos professores, como músicas, filmes, culinária, arte, história, política e festas típicas.

O Abraço Cultural já inseriu no mercado 34 professores refugiados, e quase 600 alunos passaram pelo curso desde as primeiras turmas em São Paulo e no Rio. Esperamos que continue crescendo e que cada vez mais refugiados e brasileiros participem desse grande Abraço!

Mais informações:

Site do Abraço: http://abracocultural.com.br/

Página no Facebook: https://www.facebook.com/abcultural

Vídeo do início do projeto em SP: https://www.youtube.com/watch?v=qK4ao3ptFj4